Taxista é encontrado morto em Porto Velho; prefeitura investiga caso como suspeito de Covid-19

Por G1 RO — Porto Velho

Um taxista foi encontrado morto em uma vila de apartamentos no bairro Nova Porto Velho nesta quarta-feira (8). Ele é considerado pela Prefeitura de Porto Velho como suspeito de ter o novo coronavírus.

A assessoria de comunicação da prefeitura informou ao G1 que durante a manhã foi informada da morte e imediatamente se deslocou ao local para acompanhar a remoção do corpo.

O Município ainda disse que há três semanas a vítima reclamou para o dono da vila de apartamentos onde morava que estava sentindo falta de ar. Por ser um sintoma sugestivo a Covid-19, mesmo sem a confirmação da doença, o homem será sepultado de acordo com os protocolos de segurança recomendados, ou seja, com caixão lacrado e em uma área isolada do cemitério.

“O homem não tem parentes na capital. Nós estamos apurando se ele procurou atendimento em UPAs durante as últimas três semanas. Ainda estamos apurando as informações e mais tarde vamos atualizar com um boletim da divisão de vigilância sanitária”, informou a equipe de comunicação da prefeitura.

Acrescentando que qualquer pessoa que falecer suspeita de Covid-19 será sepultada dentro do protocolo exigido, como se tivesse a doença.

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) informou que tem conhecimento da suspeita e que cabe a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) fazer o monitoramento e coletar os exames de seus respectivos casos suspeitos.

A Sesau também disse que até o momento não foram encaminhados pela prefeitura ao Laboratório Central de Rondônia (Lacen) as amostras coletadas da vítima.