Motorista é preso acusado de estuprar a filha por mais de dois anos

Policiais da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), cumpriram na manhã desta quarta-feira (15), mandado de prisão preventiva contra o motorista de aplicatico Regivaldo J. N., 42 anos, acusado de estuprar a própria filha, de 13 anos. A prisão aconteceu em uma residência, localizada na Zona Leste de Porto Velho.

Segundo os investigadores, a vítima vinha sendo abusada pelo pai desde os 11 anos e o homem teria a proteção da própria mãe da menina. Durante as investigações, foi apurado que Regivaldo ameaçava a filha. Segundo a Polícia, a mãe ao invés de proteger a criança, teria sido conivente, inclusive saia de casa e deixava os dois sozinhos na residência, sabendo que com a ausência dela na casa os abusos aconteciam.

Cansada de ser abusada pelo próprio pai, em dezembro de 2019, a menina não aguentou mais e contou para uma colega de escola, que levou ao conhecimento da família. No mesmo dia a Polícia Militar foi acionada, mas não conseguiu prender Regivaldo.

No dia seguinte, uma tia da criança levou a menina até a delegacia, ela foi ouvida pela psicóloga e contou detalhes do crime. Foi feito exame de corpo de delito e comprovados os abusos pelo médico do IML. Com isso, a delegada Adrian Viero representou pela prisão preventiva do pai da criança, o juiz autorizou e os policiais cumpriram.

Ainda durante as investigações, os policiais descobriram que o criminoso mudava de endereço constantemente, sendo acobertado por parentes dele. Preso, ele não quis entrar em detalhes e disse iria aguardar o advogado.

De acordo com os investigadores, familiares do acusado chegaram a pressionar a criança para que ela perdoasse o pai alegando que ele estaria possuído por um espírito maligno.

Ele será encaminhado para o presídio da Capital, onde ficará à disposição da justiça.
rondoniagora.com