Covid-19: pesquisa cria teste 8 vezes mais rápido para assintomáticos

Método em Israel com inteligência artificial permite que pacientes infectados com coronavírus mas sem sintomas sejam identificados de forma mais breve
TECNOLOGIA E CIÊNCIA
Do R7
Teste israelense pode impedir expansão rápida do novo coronavírus
Djordje Savic/EFE-EPA
Uma equipe de pesquisas de Israel usa um novo algoritmo que pode descobrir portadores assintomáticos da covid-19 oito vezes mais rápido.

Como informa o site de divulgação científica EurekAlert, os pesquisadores da Universidade Ben-Gurion estão utilizando a tecnologia de inteligência artificial para conseguir estes resultados.

Angel Porgador, um dos professores envolvidos na pesquisa, afirmou que os primeiros resultados são muito promissores e o método está sendo validado. Segundo ele, uma forma de diminuir a velocidade de propagação do novo coronavírus é aumentando o número de testes e quebrar a corrente de infecções.

Para os responsáveis pela pesquisa, quanto mais cedo for possível identificar portadores sem sintomas da covid-19, mais cedo será possível retornar a uma vida normal.

Este novo teste é uma entre mais de 50 iniciativas da universidade israelense em combate ao novo coronavírus.