Governo de Rondônia aproveita a pandemia, dispensa licitação e contrata hospital particular por quase R$ 10 milhões

Estado de Calamidade Pública autoriza o procedimento. Instituição contratada é o Hospital Prontocordis, de Porto Velho

De três a seis meses: Governo de Rondônia aproveita a pandemia, dispensa licitação e contrata hospital particular por quase R$ 10 milhões
Por Rondoniadinamica

Porto Velho, RO — O médico Fernando Máximo, secretário de Saúde (Sesau/RO) na gestão Coronel Marcos Rocha, aproveitou o Decreto de Calamidade Pública e mandou contratar, legalmente e sem licitação, o hospital particular Prontocordis, situado em Porto Velho, por quase R$ 10 milhões.

A contratação é válida por três meses, prorrogáveis pelo dobro.

Confira o documento: