COMBATE A COVID-19: Nazif pede socorro ao governo federal e estadual para ajudar Guajará Mirim

O parlamentar pede socorro para o município de Guajará-Mirim/RO, em caráter emergencial

ASSESSORIA

 

O deputado Federal Mauro Nazif encaminhou ofícios ao Ministério da Saúde (of. 118/20) e a Secretaria Estadual de Saúde de Rondônia (of. 119/20), na sexta, 15, solicitando ajuda humanitária e logística ao município de Guajará-Mirim/RO, devido a pandemia do coronavírus.
O deputado Federal Mauro Nazif encaminhou ofícios ao Ministério da Saúde (of. 118/20) e a Secretaria Estadual de Saúde de Rondônia (of. 119/20), na sexta, 15, solicitando ajuda humanitária e logística ao município de Guajará-Mirim/RO, devido a pandemia do coronavírus.
O parlamentar pede socorro para o município de Guajará-Mirim/RO, em caráter emergencial, “Estamos assustados com a situação crítica do município. A pandemia causada pela COVID-19 apresenta uma situação alarmante, o Hospital local conta com 34 leitos, 5 destinados para o tratamento do coronavírus, em que pacientes internados com outras doenças se encontram na mesma unidade hospitalar. O município tem testagem positiva em 20 pacientes, sendo que 10 foram a óbito. Isso não existe! Um dos maiores números de óbitos do mundo proporcionalmente”, argumenta Nazif.
Ao invés de eleger culpados, Mauro busca soluções, “Brigar e achar culpados neste momento não irá resolver nada. Nesse sentido traçamos estratégias. Encaminhamos ofício ao Ministério da Saúde, expondo a situação de Guajará-Mirim, pedindo o mesmo apoio que o governo federal deu ao Manaus/AM, com envio de equipamentos e profissionais de saúde. Guajará não tem kits para exames, EPIs para os servidores, nem ambulância tipo “D”, se precisar remover um paciente não tem como. Já existem profissionais de saúde infectados afastados, não tem aparelho de gasometria, não tem respiradores, nem ventiladores mecânicos, somente 2 aparelhos móveis para remoção de pacientes para Porto Velho”.
Ao expor a situação Mauro enaltece os profissionais da saúde, “Quero aproveitar este momento para cumprimentar a cada um dos profissionais de saúde, que estão trabalhando sem condições, que lhes seja preservado o direito a saúde. Por que além deles estarem ali no local, não se esqueçam, eles vão para suas casas, onde podem transmitir o corona para seus familiares. Valorizem esses profissionais da saúde, eu não consigo entender como alguém pode criticá-los, eu não admito! Vamos valorizar essas pessoas que estão ali na ponta, que estão trabalhando com pouquíssimas ou nenhuma condição, que estão ali “botando a cara” para salvar vidas. Contem conosco!”
O parlamentar cobrou igualmente a Secretaria de Saúde de Estado de Rondônia, “Guajará-Mirim é um ente do estado de Rondônia e não pode ser dissociado. O estado tem que olhar para seu município”. E apontou os recursos alcançados pela bancada federal destinados ao município, “Ainda na época do ministro Mandetta, conseguimos R$100 mil para o município. Agora estamos mandando R$700 mil, que já está na conta do estado. E ainda vai entrar um recurso de quase R$8 milhões assegurados pela bancada federal. Então, senhor prefeito, senhor secretário de saúde, vamos agir, não vamos deixar acontecer o pior não. Vamos trabalhar para que a população de Guajará volte a ter tranquilidade”.´