PAULINHO DO CINEMA DIZ QUE SESAU PRECISA DAR MAIS ATENÇÃO AOS PACIENTES EM CACOAL

O vereador Paulinho do Cinema usou a tribuna da Câmara de Vereadores para falar sobre a situação que a população de Cacoal passa quando precisa de atendimento na Saúde Pública no município.
“Eu fico impressionado com algumas coisas. Um pai me ligou e falou que seu filho estava internado no Regional com Covid-19. Ele me perguntou qual seria a possibilidade do filho dele estar em um quarto com ar condicionado. Agora eu penso onde está o Governo do Estado de Rondônia? Quando se fala que não consegue comprar uma Bomba de infusão, ou se colocar mais leitos de UTI, eu já acho que é incompetência porque penso ser falta de organização. Aí eles afirmam que não conseguem comprar isso ou aquilo pois a Covid está no mundo inteiro e estão com dificuldade para suprir as necessidades destes pacientes. Mas ar condicionado? Se o Secretário não sabe onde comprar ar condicionado, aqui em Cacoal qualquer loja de eletrodomésticos vende”, disse o vereador Paulinho.
Sobre as exigências administrativas para o setor da Saúde Pública Estadual, Paulinho afirma que neste momento o Secretário tem o poder de tomar decisões sem ter a burocracia com licitações. “Sobre os processos licitatórios estou sabendo que os Deputados já aprovaram que para coisas pequenas a Secretaria tem poder de fazer compras sem a licitação. Isso neste período de pandemia. Penso que já está na hora dos 24 Deputados Estaduais tomarem alguma providência sobre o Governador do Estado de Rondônia por que o Secretário de Saúde não tem competência para exercer o cargo a frente da Secretaria? ”, questiona o vereador.
De acordo ainda com Paulinho do Cinema, é necessário dar mais atenção aos pacientes, principalmente ao com Covid-19 neste momento. “Fico pensando que o principal sintoma da Covid é a falta de ar. E como que a Secretaria de Saúde do Estado quer tratar bem os pacientes se em uma cidade quente como Cacoal o paciente tem que ficar com problemas respiratórios em um quarto sem ar condicionado? A Secretaria tem condições de adquirir e dar mais conforto aos pacientes neste momento de pandemia”, concluiu o vereador.