João Paulo Pichek afirma fala sobre necessidade de revisão do Plano Diretor e Lei Orgânica do Município de Cacoal

O vereador João Paulo Pichek e que também disputa a eleição para um novo mandato que se inicia em janeiro de 2021, disse esta semana que tem percebido dificuldades de investimentos e empreendimentos em vários setores da economia, especialmente em setores como serviços, comércio, industrias e também na construção civil em razão da falta de modernização do Plano Diretor e legislação do município.

Ele afirmou que em suas reuniões de campanha, tem dialogado com empresários, corretores, prestadores de serviços e investidores, os quais afirma que estão sentindo na veia as dificuldades de alavancar seus negócios por conta da legislação ultrapassada dificultar o ambiente de negócios e a competitividade.

Para levar avante um projeto que destrave a pesada burocracia, João Paulo Pichek pede o apoio do empresariado e dos trabalhadores de um modo geral. “Quero ser eleito para poder trabalhar para que o comércio e a indústria se fortaleçam, gerem emprego e renda para as famílias cacoalenses e todos saiam ganhando”, disse.

O candidato do Republicano, João Paulo Pichek, diz que se compromete a liderar esta pauta com os demais vereadores e fará reuniões e audiências com os representantes dos setores de produção e investimentos. Ele também assegura que fará um estudo detalhado a respeito de ações necessárias para serem protocoladas junto ao Executivo Municipal, tendo sempre o objetivo de levar avante essa proposta de reavaliação e atualização do Plano Diretor e Lei Orgânica do Município de Cacoal. Essas mudanças, segundo ele, vão garantir que os empreendedores se sintam motivados e seguros para investir em nossa cidade.

João Paulo Pichek concorre a vereador pelo Republicano com o número 10.000 e está bastante confiante de que contará com o respaldo daqueles que conhecem sua história e sua forte conexão com esta cidade e que sabem que ele será um vereador que vai lutar por uma melhoria no ambiente de negócios.

Todas essas ações propostas por João Pichek vão permitir que as empresas não sofram com a burocracia excessiva e com isso possam contratar milhares de trabalhadores e garantir às famílias a bênção do emprego.