Vereador Pichek cobra documentação sobre drenagem, além de solução para outros problemas de infraestrutura urbana e rural

Durante seu discurso na última sessão da Câmara Municipal de Cacoal, o vereador João Paulo Pichek relatou suas preocupações com os problemas da drenagem no município. Logo ao iniciar sua fala, ele lembrou que já se passaram mais de uma semana das eleições, e que agora não é mais tempo de comemorações e sim de muito trabalho e busca de soluções para os problemas que se avolumam na cidade, revelados principalmente após o início das chuvas aqui na região.

O vereador Pichek afirmou que ele e os vereadores Claudemar Littig (Mão) e Paulo Duarte (Paulinho do Cinema) solicitaram da prefeitura o envio de todas as documentações dos projetos técnicos estruturais, bem como todas as modificações da macrodrenagem que está sendo realizada no município de Cacoal.

O vereador lembrou que as chuvas mal começaram e os moradores tiveram enormes prejuízos, muitos deles perdendo boa parte da mobília de suas casas. Ele ressaltou que não é formado em engenharia, mas em razão dos empreendimentos de sua família na área de loteamento, consegue perceber que tem algo de errado nesse projeto, principalmente no dimensionamento das tubulações utilizadas.

Pichek afirmou, em um trecho de seu discurso, que teve notícia de que os próprios moradores alertaram para o fato de que o manilhamento utilizado era inadequado para suportar o volume de água, mas não lhes deram ouvidos. Os técnicos e engenheiros envolvidos no projeto, segundo o vereador, fizeram vistas grossas, com a justificativa de que seguiam o que estava no projeto.

Ao requerer essa documentação, Pichek afirma que ele e os demais vereadores signatários do documento afirmam que vão debruçar sobre ele, buscar a opinião de especialistas e tentar entender o que pode ser feito para amenizar os problemas. “Se não forem tomadas providências, teremos problemas ainda mais graves no futuro”, salientou.

Calçamentos
Outro problema relacionado à infraestrutura urbana que preocupa o vereador João Paulo Pichek diz respeito aos calçamentos que estão sendo feitos em várias ruas e que, se não houver a recuperação das sarjetas, vão acabar danificando o asfaltamento. Ele cobrou da prefeitura para que entre em entendimento com a empresa responsável por essas obras das calçadas para que tomem as providências necessárias para que o trabalho seja bem feito e a população não seja prejudicada.

Área Rural
Em relação à área rural, o vereador Pichek citou a situação da “Ponta da Amizade”, sobre o rio Limão, na divisa dos municípios de Cacoal e Espigão do Oeste, onde os próprios moradores se mobilizaram e construíram uma ponte improvisada. Eles afirmam que a ponte suporta apenas motos e carros leves e querem que as autoridades municipais construam uma ponte mais adequada que suporte também outros veículos mais pesados sem que seja danificada. O problema, conforme o vereador, é que o local está na divisa e ele pede que as prefeituras de ambos os municípios firmem uma parceria para atender às reivindicações daqueles moradores.

LINHA 10
Antes de finalizar seu discurso, João Paulo Pichek falou sobre a reivindicação dos moradores da linha 10 em relação a um bueiro nas proximidades do morador conhecido como Sr. Kiko e que precisa ser recuperado o mais rápido possível. De acordo com o vereador, o problema é de fácil solução se uma equipe for até o local antes que as chuvas se intensifiquem, mas se esperarem mais duas ou três chuvas fortes, a situação vai se complicar ainda mais.