Ji-Paraná – Homem ao ser detido por crime ambiental na Br-364, humilha policias. Míseros policiais, “salário de merda”

Na tarde desta terça-feira (20), uma viatura da Polícia ambiental se deslocava de Ji-Paraná para o município de Presidente Médici.

Acontece que durante o trajeto, nas proximidades depósito da Gazin foi avistado fogo na vegetação próximo a pista, provocando dificuldade de visibilidade para motoristas que trafegam pela Br-364, e dificuldade para respirar.

Logo a frente haviam dois indivíduos em uma Caminhonete Hilux cor branca parada próxima a vegetação, onde já existia um foco de incêndio.

Os dois foram abordados pelos policiais, foi dado ordem para que descessem do veículo, ao checar o interior haviam duas garrafas pets contendo gasolina, e também foram localizados panos umidecidos com gasolina, e dentro do carro um forte odor do combustível.

Irritado, o proprietário da caminhonete disse que estava fazendo o serviço que o estado não faz, e ainda tentou humilhar os policiais, mandando que eles fossem fazer outra coisa, pois ganham “salário de merda” e são “míseros policiais”, entre outras ameaças.

Diante da situação, o suspeito recebeu voz de prisão, sendo conduzido a delegacia de Presidente Médici para providências cabíveis.

Esse tipo de crime, Incorrendo assim no art. 62 Paragrafo II, tal infração prevê multa aberta de R$ 5.000.00 (Cinco Mil Reais) a R$ (50.000.000.00) cinqüenta Milhões de reais, totalizando uma quantia de R$ 50.000.00 (cinqüenta mil reais) de acordo com a instrução normativa IN 2.

Rondoniatual

Artigo anteriorJustiça Estadual de Cacoal realiza leilão eletrônico na próxima semana
Próximo artigoNa volta às aulas, pais terão que assinar termo isentando Estado de provável infecção dos filhos, “pois o vírus circula em todo o mundo”