Polícia Civil prende 17 envolvidos em esquema de invasão de terras em Rondônia

Compartilhar

Em combate a organizações dedicada à invasão de terras privadas na região de São Francisco do Guaporé, a Polícia Civil do Estado de Rondônia, realiza a Operação Canaã nesta sexta-feira (11), em Rondônia. A operação está sendo realizada por meio da 2ª Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco2), que integra o Departamento de Estratégia e Inteligência – DEI.

Foram cumpridos 17 (dezessete) mandados de prisão temporária e 21 (vinte e um) mandados de busca e apreensão em desfavor das principais lideranças e integrantes da ORCRIM, nas cidades de Porto Velho, Ji-Paraná, Seringueiras, Mirante da Serra, São Miguel do Guaporé e na cidade de Várzea Grande-MT.

De acordo com a investigação, foi apurado que a prática realizada pela ORCRIM consiste em mapear em lotes a área a ser invadida, invadir a propriedade privada utilizando-se de armamento de alta letalidade, oferecer as cotas aos camponeses e investidores mediante pagamento pecuniário, veículos e armas, sob a promessa de legalização da posse após a tomada do local, se remetendo à Canaã, a terra prometida.

A operação contou com o apoio do Governo do Estado de Rondônia, através da Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania – SESDEC, bem como da DECOR, CORE/PC, DRACO1, DERF/PC, além de diversas unidade da Polícia Judiciária do interior do Estado.

Segundo o Diretor-Geral da PCRO, Dr. Samir Fouad Abboud: “a Polícia Civil está atuando arduamente na resolução dos conflitos agrários”. (Com informações da assessoria)

diariodaamazonia.

Compartilhar