Representantes da Segurança Pública vão até fazenda em Chupinguaia para pôr em prática projetos para segurança no campo

Compartilhar

 

Na manhã desta terça-feira (30), representantes da Segurança Pública do Estado, se deslocaram até Chupinguaia, região do cone sul de Rondônia, para pôr em prática projetos para segurança no campo.

Na segunda-feira, 29, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) anunciou em coletiva de imprensa, as ações adotadas prontamente para pacificação de conflito agrário acentuado nos últimos dias com os danos causados na fazenda Nossa Senhora Aparecida, entre eles: ouvir os produtores rurais da região e verificar in loco o inquérito do caso, pois a operação de reintegração de posse da fazenda alvo de invasão e danos ocasionados pelos membros da Liga dos Camponeses Pobres(LCP), depende de pedido judicial, o que ainda não há.

 

A briga pelas terras da Fazenda Nossa Senhora se arrasta desde 2020, provocando em muitos o temor de se tornar uma nova “Fazenda Santa Elina”. Somente neste mês vários “atritos” aconteceram entre a Liga de Camponeses Pobres (LCP) e os moradores da Fazenda Nossa Senhora causando confusão, furto e destruição.

Relembre aqui!

Funcionários de Fazenda em Chupinguaia denunciam transtornos e novos prejuízos causados por membros da LCP

Funcionários da Fazenda Nossa Senhora em Chupinguaia denunciam incêndio em propriedade, causado por membros da LCP

 

Fazenda Nossa Senhora: novo atrito entre camponeses e fazendeiro termina em destruição na propriedade

Compartilhar